terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Always ~ Only You

Oi gente!
Pois é. TCC faz a gente ficar tão tão tão distante do blog... 미안 (Mian)

Mas o que interessa mesmo é que ontem eu vi um filme tão lindo que precisava falar aqui.




Gente esse filme é muito muito lindo.

Sinopse:


"Também conhecido como: Only You / Ohjik Geudaeman
País: Coréia do Sul
Gênero: Drama, Romance
Duração: 1h 45min
Ano: 2011
Sinopse:
Cheol-Min (So Ji-Sub), um homem com um passado obscuro e misterioso, pega um emprego noturno em tempo parcial como umatendente de estacionamentoUm dia sentado em sua cabine e olhando para a televisão uma mulher chamada Jung-Hwa (HanHyo-Joo) entra na cabine. Ela oferece algo para Cheol-Min e se senta ao lado dele. Cheol-Min percebe que a mulher é cega e ela está confundindo-o com o antigo manobrista, apesar da confusão ela continua o visitando para poder assistir aos seus dramas. 
O tempo vai passando e ambos ficam cada vez mais próximos até o dia em que se apaixonam, mas algo muda todo o rumo da história....

[..]

Elenco:
So Ji-sub como Jang Cheol-min
Han Hyo-joo como Ha Jung-hwa
Yun Jong-Hwa como Min Tae-Sik
Kang Shin-Il como Choi (boxing gym manager)
Park Cheol-Min como Coach Bang
Kim Mi-Kyung como Irmã Joanna"


Eu vou falar a verdade: Em verdade, em verdade vos digo que não baixei por conhecer a história e estar louca atrás do filme pois saberia que quando o encontrasse, explodiria em milhões de pedacinhos de Glitter rosa. Na verdade estava baixando uma pancada de filmes um atrás do outro, vi a capa deste, recordei-me da cara inesquecivel de nosso Joo Joong Won (So Ji-Sub).





Foi meu momento de olhar o pôster e dizer: Vamos ver se esse homem é tão bom mesmo ou só foi o drama que o "favoreceu".
Mas calma, calma aí. Antes de me massacrarem por duvidar da capacidade do belíssimo, me deem um desconto: O Ji-Subremessa recheada de leite moça aceitou o desafio e me deixou salivando por mais, senhoras e senhores.
Tudo que posso dizer é que esse filme é lindo, tem temática adulta e forte, história boa, fotografias magníficas e principalmente: Papo reto e delicado. Não tem enrolação, e isso é esplêndido. Eu amo filmes que se parecem com a realidade, e esse é o filme pra quem quer isso.

Os dois personagens sofrem muitas coisas, pobreza, doença... Muitas necessidades, mas o interessante é ver como o destino deles está ligado desde o começo e que podem vencer tudo. *suspiro* O que nos revela o motivo do título (na minha opinião). Preciso dizer que vão chorar um cadim?


Não quero falar muita coisa do filme porque pode rolar spoiler, mas o que digo é que vale a pena conferir e... Prestem atenção aos detalhes. Se não tivessem detalhes importantes não seria um filme coreano, não é mesmo, minha gente?

MUITO BEM! vamos ao download.



Onde baixo?
EU baixei nesse fansub AQUI, que está em ótima qualidade parabéns ao fansub. Se você quiser procurar em outro lugar fique á vontade, só não pode deixar de ver esse filme maravilhoso! Dica boa!
Se você não achar em nenhum lugar da face da terra, me informem via e-mail que eu faço upload em uma conta e disponibilizo o download.
E... Por gentileza extrrreeema quando retirar do fansub, dê um comentáriozinho... Eles vão amar.

Então é isso galera.
Um beijo no coração, fiquem com Deus e até logo!




segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Existe Vida Pós-TCC?

Oi galera.
Tudo bem com vocês? Eu ando muito sumida. Não, não é do blog. É de tudo. O motivo é tão simples, mas toma conta de toda sua vida: TCC.

Eu acho que já cheguei a falar aqui que sou do tipo muito perfeccionista e bicha da ruim quando se fala em educação. Sou piolho de livros e gosto de estudar
Haha.. Você não leu errado, eu gosto mesmo de estudar...
Se você pensar bem direitinho, na verdade é uma coisa boa, mas toma muito do meu tempo, porque um trabalho que poderia ser feito em um dia, me toma três a quatro, porque preciso recontar coisas, ter certeza de que certos conceitos estão corretos, se até a formatação da coisa está perrrrrfeitamente dentro dos conformes da ABNT... E por aí vai.


É, eu sei. Mas fazer o que né. Me acostumei com minhas frescuras.

AH, É.

Sobre a vida pós-TCC...
Na verdade, agora que estou acabando...


... tenho pensado que sim. "Claro que sim." kkkkk
A vida principalmente a social se complica muito quando fazemos um trabalho que demanda tanta responsabilidade, mas como qualquer fase da vida, passa. E é essa a grande lição. Todos tempo a capacidade pra conseguir vencer uma etapa tão importante e nos sentir orgulhosos por poder transpassá-la.
Eu sinceramente, me sinto orgulhosa por conseguir e isso indica que todos podem. Novamente vem a lição: Vá em frente. SEMPRE. Nunca desista. Do trabalho, da faculdade, dos amigos, dos pais, da VIDA! NUNCA! Existem grandiosas coisas e milhões de lugares e pessoas a se conhecer! A vida é bela e precisamos vivê-la para que possamos apreciá-la. Então vivamos e passemos por todas essas etapas para percebermos o quanto essa vida foi boa. O quanto Deus tem estado do nosso lado.
Essa é apenas uma das etapas que venço agora. Terei muitas outras, é claro, mas só porque passei pelas que me prepararam para a próxima.
E continuemos a viver e ganhar a vida. Matar leões abstratos e sermos felizes como podemos.

Vamos lá... Para o alto e avante!

B*ch! Roubou minha frase!


terça-feira, 28 de outubro de 2014

Fated To Love You!

Oi, galera,
tudo bem com vocês?

Então... Eu não faço muito o tipo "doramática de carteirinha". Não é que eu não goste de drama, muito pelo contrário, a grande questão é o tempo.
Pra mim é dificil de verdade parar pra assistir um drama, uma novela ou coisa do tipo, principalmente porque estou terminando a faculdade e sempre estou pensando nas tarefas, trabalhos, provas que virão, TCC, etc. Sou do tipo neurótica com estudos feito louca, e, se não estudei é porque eu já sabia com certeza a matéria. (humildade passou e pediu pra me conhecer) maaaas.... Aconteceu um acontecimento.
Sim, aconteceu Fated to Love You na minha vida.
Eu baixei para passar para uma (muito estimada) amiga minha que me pediu o drama, mas por obra do destino - não se sabe exatamente o porque, pois não sou disso - eu acabei dando uma "espiadinha" no primeiro episódio.
Este foi o grande momento de perdição, senhoras e senhores.
Sabe quando você começa a ver algo e de repente se percebe vendo um capítulo atrás do outro, sem pensar no amanhã?
Eu não conseguia parar de ver esse drama sob nenhuma hipótese! A força exercida pelo drama era muito maior que todo um galão de força de vontade, meus amigos. Ele me venceu com êxito! E é por isso que vou indicar para vocês, porque amei esse drama.



Fated to Love You - Fadado a te Amar (aka You Are My Destiny) - 운명 처럼 널 사랑해

Sinopse:
Cometer um erro depois de beber demais pode mudar toda uma perspectiva. Lee Gun (Jang Hyuk) é o sucessor de uma grande empresa dirigida por sua família. Kim Mi Young (Jang Na Ra) é uma secretária de aparência mediana em um escritório de advocacia que ganhou o apelido de "Post-It" por sua incapacidade de dizer não a seus colegas que despejam trabalho sob ela. Quando os dois se cruzam uma noite depois de ter bebido algo estranho, eles acabam tendo um caso de uma noite, Mi Young então descobre depois que ela está grávida. O que será deles? Irão Kang Se Ra (Wang Ji Won) e Daniel Pitt (Choi Jin Hyuk) ficar de braços cruzados e deixar Gun e Mi Young lidar com a situação á sua própria maneira? "Fated to Love You" é um remake do popular drama de Taiwan (2008) com o mesmo título.



~ Por que assistir?



1. Tem uma boa história


















Eu não vi a versão taiwanesa desse drama, por isso não posso dizer se a outra versão é a melhor, mas eu realmente não me importo: Eu amei esse drama. É uma fofurinha e muito bem roterizado.
Apesar de ter aquele clichê da mocinha pobre com o mocinho rico, você acaba se apaixonando pela forma com que as coisas são apresentadas a você, como o destino os leva sempre aos mesmos lugares...




Os dois primeiros capítulos passam tão gostosamente que você não tem vontade alguma de parar por aí.
É uma história fofa, com personagens de personalidade, que você tem vontade de defender, e principalmente, a mocinha pode ter cara de bobinha, mas tem caráter e toma as decisões na hora certa. Eu fiquei admirada com a maturidade da personagem. 










É muito fácil gostar dos personagens principais. Você acaba se acostumando com o jeito meio escandaloso do Lee Gun, ele não é totalmente brutão como passa a imagem de ser e você se pega achando fofo quando ele age docemente com a Mi Young. 








 2. Irmão procura irmã

                                      

O Daniel (Jin Hyuk) só aparece na história para procurar a irmã, mas por obra do destino sua vida se encaracola com a da Min Yong, e por motivos óbvios ele acaba se apaixonando por ela.
Ele é aquele personagem que você se apaixona e no momento que vê ele no drama sabe que se apaixonará porque ele é o homem perfeito que deveria estar no seu caminho mas está lá na Coréia dando bandeira pra uma moça que nem o ama.
O papel dele é o de estar ao lado da mocinha e ajudá-la a resolver alguns pepinos ao longo do drama, o que deixa o escandaloso Lee Gun maluco de ciúmes. (hahaha as melhores partes, na minha humilde opinião) 



E é claro que eu não poderia dizer quem é a irmã dele né. Para o desespero daqueles loucos querendo saber se aquela cidadã é mesmo ou não a irmã desse lindo do Pitt, o caso só é solucionado no último episódio. (spoiler. Pardón.)
Você pensa o tempo todo que certos personagens estão ali de bobeira, mas no fim tudo é esclarecido e essa é a melhor parte da história dele na minha opinião, porque dá pra ver quantas pequenas emoções ele guardou para este momento.




3. Personagens secundários

Ai meu Deeeus como eu ri com os personagens que faziam a coisa ficar muito cômica, como o secretário Chefe Tak,  do irmão mais novo do Lee Gun, da eterna brigona mãe de Mi Young ou do pessoal do "Hamo hamo..." Claro que nem todos os papéis secundários foram cômicos, mas todos tiveram seus lugares na história.                    


 









ENFIM.
O drama é lindo, fofíssimo e muito gostoso de ver. Eu recomendo para aqueles que gostam de sentar e apreciar um bom drama. As emoções do drama são autênticas e fazem você se sentir dentro da história com eles. Não sei se a versão taiwanesa segue esse ritmo, mas conferirei, afinal, é uma excelente história!


EDIÇÃO DE ÚLTIMA HORA:
Ora vejam só! Me esqueci de dizer o quanto a OST de Fated é ótima!
Você não vai conseguir arrancar "Good Bye My Love" da cabeça! Eu juro pra vocês que é uma das músicas mais lindas  que já vi em um drama, e não só esse, mas há muita outras! 


Se interessou? Quer dar uma chance a esse drama maravilhoso?
BEM, você pode ver online AQUI,
pode baixar por AQUI,
ou pode baixar por AQUI, que foi onde eu baixei.
Eu aposto que se você quiser pesquisar em outros lugares também vão estar disponíveis, porque é um drama bem recente. Corre lá e assiste...
Por onde escolher, peço apenas que não se esqueça de comentar, compartilhar, sei lá, participe de alguma forma, afinal, esse pessoal faz um trabalho MUITO complicado (porque eu sei como é) e seria legal se você desse um joia pra eles. Eles adorarão!

E é isso.
Até logo, fique na paz.
Beijo!
 ♥ 

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Oitavo Período do Caramba!

Oi galera.
Tudo bem por aí?


Se você que estiver lendo isso e faz faculdade, estiver quase chegando lá como eu, sabe o quanto é dificil.
Meu Pai, como é dificil!

Eu ando tendo muita dificuldade em me concentrar, me manter na média, além de manter meu autocontrole, emoções, saúde e financeiro em dia. Tá dificil, minha gente. Sabe por que é tão dificil?
Existem vários, é claro, mas um dos motivos maiores, é que a gente já está cansado.
Não, uma noite de sono apenas não resolve. Estamos cansados.
A gente já está cansado de tentar ficar tanto tempo comprometido com a escola, sendo que ela não nos motiva.
Eu sei, eu sei. O comprometimento é nós que fazemos, mas eu acredito que quatro anos é muito tempo. E você tem que amar MUITO o que faz pra ficar tanto tempo cursando o mesmo curso, voltando aos mesmos temas, falando dos mesmos pensadores...
São muitas coisas que te 'acometem' interiormente, que te deixam querendo sumir daquele ambiente, e isso é muito ruim pra sua motivação brotar dos recôncavos de onde quer que se escondeu.


Outro grande motivo: Você tem uma vida lá fora da sala de aula.
Sim, uma vida. (ah... saudades daquele tempo que eu ficava horas jogando Mário) Que esquecemos quase por completo se queremos ser muito bons na faculdade, só que, quando estamos terminando, fica dificil ignorá-la. Ela está lá, te chamando, dizendo o número monstruoso de séries, filmes, momentos com família, amigos, sociedade, tecnologia, que estamos perdendo. Ou omitindo enquanto não podemos comparecer.
Isso é dificil, galera! Porque você se sente meio á margem da sociedade, meio no meio, meio por fora, sabe.

O pior, sabe o que é?

É que esse é um momento que você está se 'retirando' por um momento para se especializar.
É   E-X-T-R-E-M-A-M-E-N-T-E dificil. É sim. Quem disse que seria fácil, né?
A questão, é que eu tenho consciência disso: Das coisas boas que se ganha com isso e das coisas ruins. O importante é manter o foco na boa formação apesar dos pesares, e isso é o que me mantém de pé.
Praticamente a única coisa que ainda me deixa feliz são as amizades que eu fiz nesse meio tempo, a experiência que conquistei e todas as coisas boas que vem com a formação. Isso me faz prosseguir, e, se você decidir também fazer faculdade, saiba que você sentirá muita vontade de desistir, o tempo todo praticamente, mas continue, persista. No fim eu vou ver os resultados do que plantei, assim como você também verá.

Esperemos por isso, Senhor, esperemos!
Então é isso, galera. Fiquem na paz e até a próxima!

Beijo!

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Por que arroz e feijão, meu brasileiro?

Oi, tudo bem aí?
Como vão as coisas?

Pra mim estão bem. Estou feliz feito um patinho encontrando lama no deserto pela criação do blog. (hahaha)

Agora, está na hora do trabalho sério, meu povo. O plano de aula. Sim, o trabalho do professor que nos fez criar um blog.


Obrigado professor, te amamos.


E o plano de aula é sobre comidas típicas!


Talvez te interesse, dê uma olhada...



________________________________________________

Plano de Aula Ação

Ano: 3º Ano do Ensino Fundamental 1
Assunto: Comidas típicas do mundo.
Objetivo Geral: Explanar os conhecimentos acerca da cultura alimentar no mundo.
Conteúdo: Formação cultural; Diversidade cultural; Desenvolvimento sensorial e gustativo, entre outros.
Metodologia:
1º Momento: Canção de bom dia.
Objetivo Específico: Perceber a necessidade de fraternidade entre as pessoas.
Tempo: 5 minutos.

2º Momento: Introdução ao tema com atividade reflexiva – Perguntas sobre o que acreditam serem comidas típicas, e o que sabem sobre a cultura culinária dos outros países.
Objetivo Específico: Descobrir o que sabem sobre o assunto abordado.
Tempo: 15 minutos.

_________________________________.
O que é comida típica para você?




_________________________________.

3º Momento: Comida Típica: O que é?
Objetivo Específico: Enfatizar a história de cada comida típica, por que foram criadas ou desenvolvidas.
Tempo: 15 minutos.


_________________________________.
Comida típica italiana:

"Quando se pensa na culinária italiana a imagem mais nítida é a pizza, mas o país reserva muitas delícias em sua cultura. Cada região possui algumas especialidades que variam entre massas, pratos feitos com arroz, frutos do mar e chocolates. Os italianos também são ávidos consumidores de sorvetes e cafés."

As principais comidas italianas são: Bruschetta, Carpaccio, Pizza, Cannelloni, Risoto, Gnocchi, Ciabatta, Macarrão, etc.


Comida mexicana:

Os pratos da culinária mexicana foram influenciados pela era pré-colombiana com uma presença das características dos colonizadores espanhóis e das origens aztecas. Os principais alimentos usados são o milho, o tomate, o chocolate, as carnes, frango, cebola e alho. Além disso, os pratos mexicanos sempre levam muita pimenta. (É, galera. Bastante pimenta MESMO.)

Os principais pratos mexicanos são: Tortilla, Guacamole, Enchilladas, Empanadas, Chilli, Nachos, Quesadilla, etc.

Comida francesa:


A comida típica francesa é muito tradicional com pratos que são reproduzidos nos principais restaurantes do mundo. Cada região da França possui especialidades distintas com o uso de produtos como azeite, cogumelos, carne de pato e tomate. Em qualquer casa francesa não faltam queijos, vinho e tempeiros, tempeiros e tempeiros.

A comida da França é muito famosa por ser feita com requinte, no tempo certo, com legumes, frutas, grãos, etc. colhidos na temporada certa, com muito cuidado e qualidade. O grande problema são os pratos exóticos. (hahaha) 

Os doces franceses também são muito famosos, e lindos, por sinal.







Os pratos típicos da França são: Croissant, Suflê, Foie Gras, Escargot, Crepes Suzete, Coq au Vin, Ratatouille, Mil Folhas, Crème Brûlée, Crepes, Macaron, etc.


Comida Japonesa: *---------------------* (desculpa, galera. É muito amor no peito.)




comida típica japonesa é o resultado de muitas evoluções de seu povo e surgiu uma culinária que preza pela qualidade dos produtos e pelo tempero dos alimentos. Grande parte dos pratos são feitos com arroz ou acompanhado por ele. Também utilizam carnes, peixes, molho de soja e muitas verduras e legumes na alimentação. O grande consumo de frutos do mar é uma influência da localização do país. Os japoneses consomem a comida usando os famosos hashisOs principais pratos da culinária japonesa são: Arroz, arroz, arroz... (brincadeira) Macarrão, Lamen, Gyudon, Sukiyaki, Sushi, Sashimi, Manju, Mochi, etc.




4º Momento: Arroz com feijão.
Objetivo Específico: Enfatizar as diferenças culturais existentes no mundo, além das diferentes características históricas envolvidas.
Tempo: 20 minutos.

______________________________.

Em todas as culinárias, não somente nas exemplificadas aqui, há o símbolo de tradição envolvida.
É claro que existe uma história por trás de cada cultura culinária, nenhuma comida típica caiu de pára-quedas com uma frase escrita "De agora em diante me coma. Sou sua tradição culinária."
Todos podemos imaginar que realmente existe uma história por trás de cada comida típica. A grande questão é que não há a preocupação em saber a origem delas. Apenas aceitamos que elas são a tradição desde sempre.

Há cultura envolvida na gastronomia Francesa. Comer é mais do que se alimentar, pois historicamente a comida é fator importante para eles, por isso a comida é preparada tão delicadamente.

"A culinária mexicana tem uma base milenar precolombiana, com evidências da cultura selectiva de plantas de milho cerca de 8 000 a.C., com uma forte influência colonial e das transformações que ocorreram no mundo nos séculos XIX e XX"

"A culinária japonesa desenvolveu-se ao longo dos séculos como um resultado de muitas mudanças políticas e sociais no Japão."

"A Itália possui uma cozinha tradicional muito variada, suas comidas típicas herdadas do passado sofreram constantes transformações. Antigamente, por volta do ano 500, o país ainda consistia em repúblicas separadas, e conseqüentemente, com uma gastronomia local. Isso ocorreu até o ano de 1800, quando esses costumes se chocaram e foram passados de geração para geração."

 Aliás...
Você sabe por que a comida típica brasileira é arroz com feijão?
Eu vou tentar explicar de uma maneira bem simples.

Se eu conseguir, me avise.

A história nos conta que a brincadeira vem da mistura entre a comida dos índios e a dos portugueses:

"Arroz com feijão é o nome dado a um prato típico do Brasil. Essa receita não tem uma origem certa, mas a hipótese mais aceita é a de que seria fruto de uma combinação do arroz (de origem oriental) trazido pelos portugueses para o Brasil com o feijão, que já seria consumido no Brasil pelos ameríndios. Alguns autores apontam o Brasil como o primeiro país a cultivar esse cereal no continente americano. O arroz era o "milho d'água" (abati-uaupé) que os tupis, ainda muito antes de conhecerem os portugueses, já colhiam nos alagados próximos ao litoral. Outra versão afirma que esse prato foi a união do arroz com a feijoada, que tem origem africana ou portuguesa. O que se sabe é que ao longo dos séculos esse prato foi se popularizando por todo o país, passando a ser uma parte quase que indispensável da refeição dos brasileiros."

Esclarecidos?
Aposto que não sabiam.

__________________________________.

5º Momento: Atividade de perguntas e respostas.
Objetivos Específicos: o aprendizado real acerca do assunto abordado.
Tempo: 5 minutos.

Recursos: Computador, internet, blog.
Tempo: 60 minutos.
Avaliação: Contínua e Participativa.
Atividade: Perguntas e respostas feitas em sala.


As pesquisas que realizei estão disponíveis em:



sobre arroz e feijão
no wikipedia sim. Quem nunca?!



Ilustrações: Google. Disponível em Google imagens.

Se você quiser saber mais sobre as comidas típicas brasileiras separadas por região, achei um vídeo bem resumido para você tirar suas dúvidas.


___________________________________________________________




E é isso, minha gente. Foi ao menos interessante?
Porque foi cansativo.


Boa sexta-feira a todos!
Beijos! ♥